Aloha

Legião Urbana

Será que ninguém vê
O caos em que vivemos?
Os jovens são tão jovens
E fica tudo por isso mesmo
A juventude é rica, a juventude é pobre
A juventude sofre e ninguém parece perceber

Eu tenho um coração
Eu tenho ideais
Eu gosto de cinema
E de coisas naturais
E penso sempre em sexo, oh yeah!

Todo adulto tem inveja, todo adulto tem inveja
Todo adulto tem inveja dos mais jovens

A juventude está sozinha
Não há ninguém para ajudar
A explicar por que é que o mundo
É este desastre que aí está
Eu não sei, eu não sei

Dizem que eu não sei nada
Dizem que eu não tenho opinião
Me compram, me vendem, me estragam
E é tudo mentira, me deixam na mão
Não me deixam fazer nada
E a culpa é sempre minha, oh yeah!

E meus amigos parecem ter medo
De quem fala o que sentiu
De quem pensa diferente
Nos querem todos iguais

Assim é bem mais fácil nos controlar
E mentir, mentir, mentir
E matar, matar, matar
O que eu tenho de melhor: minha esperança

Que se faça o sacrifício
Que cresçam logo as crianças

Álbum: A Tempestade – 1996
Gravadora: EMI

O álbum A Tempestade ou O Livro dos Dias, ou apenas A Tempestade, é o sétimo álbum de estúdio da banda Legião Urbana e o último álbum a ser lançado ainda com o Renato Russo vivo. Foi lançado em formato de livro e como Renato Russo se recusou a tirar fotos na época, utilizaram fotos de outro álbum dele. Traz músicas como Natália, A Via Láctea, Dezesseis, O Livro dos Dias e outras super cantadas.

Lançamento: setembro de 1996
Produtor: Dado Villa-Lobos, Legião Urbana

Nota do editor:

O álbum A Tempestade nas primeiras edições foi vendido com um formato bem legal de livro, mais tarde foi relançado na versão tradicional dos cd´s com a capa plástica. Traz como em todo trabalho da banda composições genuínas que só eles sabiam escrever e tocar. E certamente entrou para história como todas as músicas que nós fãs de Legião Urbana ouvimos, cantamos e lembramos até hoje.

Álbum Que país é este, da Legião Urbana