Natália

Legião Urbana

Vamos falar de pesticidas
E de tragédias radioativas
De doenças incuráveis
Vamos falar de sua vida
Preste atenção ao que eles dizem
Ter esperança é hipocrisia
A felicidade é uma mentira
E a mentira é salvação
Beba desse sangue imundo
E você conseguirá dinheiro
E quando o circo pega fogo
Somos os animais na jaula
Mas você só quer algodão doce
Não confunda ética com éter
Quando penso em você eu tenho febre

Mas quem sabe um dia eu escrevo
Uma canção pra você
Quem sabe um dia eu escrevo
Uma canção pra você

É complicado estar só
Quem está sozinho que o diga
Quando a tristeza é sempre o ponto de partida
Quando tudo é solidão
É preciso acreditar num novo dia
Na nossa grande geração perdida
Nos meninos e meninas
Nos trevos de quatro folhas
A escuridão ainda é pior que essa luz cinza
Mas estamos vivos ainda

E quem sabe um dia eu escrevo
Uma canção pra você
Quem sabe um dia eu escrevo
Uma canção pra você

Álbum: A Tempestade – 1996
Gravadora: EMI

O álbum A Tempestade ou O Livro dos Dias, ou apenas A Tempestade, é o sétimo álbum de estúdio da banda Legião Urbana e o último álbum a ser lançado ainda com o Renato Russo vivo. Foi lançado em formato de livro e como Renato Russo se recusou a tirar fotos na época, utilizaram fotos de outro álbum dele. Traz músicas como Natália, A Via Láctea, Dezesseis, O Livro dos Dias e outras super cantadas.

Lançamento: setembro de 1996
Produtor: Dado Villa-Lobos, Legião Urbana

Nota do editor:

O álbum A Tempestade nas primeiras edições foi vendido com um formato bem legal de livro, mais tarde foi relançado na versão tradicional dos cd´s com a capa plástica. Traz como em todo trabalho da banda composições genuínas que só eles sabiam escrever e tocar. E certamente entrou para história como todas as músicas que nós fãs de Legião Urbana ouvimos, cantamos e lembramos até hoje.

Álbum Que país é este, da Legião Urbana