Todos Os Lados

Capital Inicial

Todo dia é um pouco pior
Cercado por todos os lados
O dia é longo e o caminho maior
Cada hora passa mais devagar
Cercado por todos os lados
Chegando perto sem nunca tocar

Descalço alheio à tempestade
Meio louco, meio covarde
Vivendo leve quase pela metade
Nada disso tem a ver com vontade
Aos meus olhos tudo é transparente
Todos os lados ficam de frente
Lá fora o mundo é indiferente
Tomando forma lentamente

Todo dia é um pouco pior
Cercado por todos os lados
O dia é longo e o caminho maior
Cada hora passa mais devagar
Cercado por todos os lados
Chegando perto sem nunca tocar

Não tenho nada a não ser as paredes
E a companhia dos que caem na rede
Querendo mais do que um simples enredo
Nadando em muito enquanto morrem de sede
Aos meus olhos tudo é transparente
Todos os lados ficam de frente
Lá fora o mundo é indiferente
Tão divertindo quanto decadente

Todos os lados ficam de frente
Todos os lados ficam de frente
Todos os lados

Toda noite é um pouco pior
Cercado por todos os lados
Minutos passam e eu me sinto menor
A madrugada parece nunca acabar
Cercado por todos os lados
Sentindo cada segundo passar

Álbum: Todos os Lados – 1989
Gravadora: PolyGram

O álbum Todos os Lados da banda Capital Inicial, trás um rock mais eletrizante. Como comentários da época este álbum leva seu nome ao pé da letra rs, atira para todos os lados como o nome mesmo diz.  Trouxe músicas como “Mambo Club”, “Mickey Mouse em Moscou”, “Vênus em Pedaços”, “Olhos Abertos”, “Belos e Malditos”, “Todos os Lados” e muito mais.

Lançamento: 1989
Produtor: Marcelo Sussekind

Nota do editor:

Apesar da banda ter trazido músicas bacanas, não chegou a ser um sucesso na época, devido a ascensão do sertanejo e a situação no país. Trouxeram nesse trabalho participações como do compositor Alvin L, parceria com Humberto Gessinger dos Engenheiros do Hawaii, música baseada na letra de música de Renato Russo, regravação dos Mutantes e outras participações.

Álbum Que país é este, da Legião Urbana